Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/970
Título: Prognóstico Obstétrico de Pacientes Portadoras de Diabetes Mellitus Pré-Gestacional
Outros títulos: Pregnancy Outcomes in Women with Pre-Existing Diabetes
Autor: Robalo Fernandes, R
Simões, AF
Figueiredo, AC
Ribeiro, AR
Aleixo, F
Teixeira, S
Guerra Aragüés
Amaral, N
Palavras-chave: Diabetes Mellitus II
Gravidez
Estudos Retrospectivos
MAC MED MAF
Estudo de Coorte
Resultado da Gravidez
Gravidez em Diabéticas
Data: 2012
Editora: Scielo
Citação: Rev Bras Ginecol Obstet. 2012 Nov;34(11):494-8
Resumo: OBJETIVO: Avaliar as alterações epidemiológicas, de perfil clínico e de prognóstico obstétrico em pacientes portadoras de diabetes mellitus pré-gestacional. MÉTODOS: Estudo retrospetivo (coorte) de todas as gestações simples, com diagnóstico de diabetes prévio que foram seguidas num centro com apoio perinatal diferenciado entre 2004 e 2011 (n=194). Analisaram-se tendências relacionadas com dados demográficos e variáveis clínicas maternas, dados de indicadores de cuidados pre-concepcionais e durante a gravidez, e de controle metabólico. Dados do parto como a idade gestacional(IG) do parto, via do parto e peso do neonato foram variáveis também estudadas. RESULTADOS: A frequência global de diabetes prévia, durante o período estudado, foi de 4,4 por mil, não se verificando variações significativas durante o período de estudo. Os casos de diabetes tipo 2 permaneceram constantes. Em 67% dos casos o parto foi de termo(máximo de 80% em 2010–2011), registrou-se uma redução significativa dos partos por cesárea eletiva (p=0,03) e na incidência de neonatos considerados grandes para a IG (p=0,04) ao longo dos anos em estudo. Apesar dos bons resultados relacionados com o controle metabólico ao longo da vigilância da gravidez não foi registrada nenhuma melhora ao longo do tempo. Da mesma forma a proporção de gestantes diabéticas com avaliação pre-concepcional permaneceu pouco animadora. CONCLUSÕES: O seguimento de gestantes portadoras de diabetes mellitus em unidades multidisciplinares parece permitir um ajuste metabólico tão precoce quanto possível, de forma a conseguir melhorar o prognóstico obstétrico. A melhora nos cuidados pré-concepcionais continua sendo um desafio.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/970
Aparece nas colecções:MED MAF - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RBGO 2012 494.pdf183,15 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.