Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/96
Título: Electroencefalograma Interictal. Sensibilidade e Especificidade no Diagnóstico de Epilepsia
Autor: Nunes de Oliveira, S
Rosado, P
Palavras-chave: EEG Interictal
Sensibilidade
Especificidade
Epilepsia
Data: 2004
Editora: Centro Editor e Livreiro da Ordem dos Médicos
Citação: Acta Med Port 2004; 17: 465-470
Resumo: O electroencefalograma (EEG) é um método não invasivo, económico e acessível, universalmente utilizado na investigação da epilepsia. Realizámos uma revisão dos principais trabalhos sobre a prevalência de actividade epileptiforme em EEGs de doentes epilépticos e não epilépticos, com o objectivo de tirar conclusões sobre a sensibilidade e especificidade deste exame no diagnóstico de epilepsia. Concluímos que o primeiro EEG tem uma sensibilidade global de 50-55% podendo atingir os 92% com a repetição do exame e recurso a registos de sono e técnicas de activação. A especificidade atinge os 96%, sendo afectada por múltiplos factores.
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/96
Aparece nas colecções:NEU - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AMP 2004 465.pdf159,93 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.