Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/798
Título: Tamponamento Cardíaco Secundário a Pericardite por Staphylococcus Aureus Meticilino Resistente: Importância da Imunossupressão
Outros títulos: Cardiac Tamponade Secondary to Methicillin-Resistant Staphylococcus Aureus Pericarditis
Autor: Durão, D
Fernandes, AP
Marum, S
Marcelino, P
Mourão, L
Palavras-chave: Tamponamento Cardíaco
Imunossupressão
Efeitos Adversos
Resistência à Meticilina
Pericardite
Infecções por Estafilocócos
Data: 2008
Editora: Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Citação: Rev Port Cardiol. 2008 Jul-Aug;27(7-8):953-8
Resumo: As pericardites bacterianas, apesar da sua baixa incidência e das terapêuticas actuais, apresentam um prognóstico desfavorável, sobretudo quando causadas por Staphylococcus aureus meticilino resistente (MRSA). O Tamponamento cardíaco é uma complicação potencialmente letal nos doentes com pericardites por este agente. Numa Unidade de Cuidados Intensivos, para além da imunossupressão, constituem factores predisponentes para este tipo de infecção, a elevada taxa de colonização nasal e cutânea, assim como a utilização de técnicas invasivas (1) entre as quais a simples colocação de catéteres intravenosos. Relatam-se dois casos clínicos de tamponamento cardíaco em doentes jovens, no contexto de imunossupressão de diferentes etiologias (infecção HIV e pós transplante hepático). Os internamentos foram complicados de quadros sépticos importantes com isolamento de MRSA nos líquidos biológicos e desenvolvimento de pericardite bacteriana e subsequente tamponamento cardíaco. Os autores salientam a importância dos quadros clínicos infecciosos em doentes imunodeprimidos, que constituem uma população cada vez mais numerosa, e a importância da monitorização ecocardiográfica na evolução prognóstica das pericardites bacterianas no contexto de sépsis.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/798
Aparece nas colecções:UCI - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RPC 2008 953 OK.pdf90,79 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.