Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/2332
Título: Comportamento Suicidário nos Internos de Psiquiatria em Portugal: Comparação com a Realidade Europeia
Outros títulos: Suicidal Behavior among Portuguese Psychiatry Trainees: Comparison with the European Situation
Autor: Gama Marques, J
Roberto, A
Guerra, C
Pinto da Costa, M
Podlesek, A
Beezhold, J
Jovanovic, N
Moscoso, A
Palavras-chave: Burnout Profissional
Stress Psicológico
Suicídio
Médicos
Psiquiatria
Portugal
Europa
HDE PEDOP
Data: 2015
Editora: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Citação: Acta Med Port 2015 Sep-Oct;28(5):608-612
Resumo: Introdução: O objectivo deste trabalho foi avaliar a prevalência de ideação suicida e tentativas de suicídio nos médicos internos de psiquiatria de adultos e de psiquiatria da infância e da adolescência em Portugal, e comparar os resultados com a população geral portuguesa e de outros países europeus. Material e Métodos: Enviou-se um questionário estruturado e anónimo, por e-mail, aos 159 internos de psiquiatria de adultos e de psiquiatria da infância e da adolescência do país, questionando antecedentes pessoais de ideação suicida e tentativas de suícidio, bem como antecedentes familiares de tentativas de suicídio falhadas e consumadas. Estas questões fazem parte do Estudo BoSS (Burnout Syndrome Study) realizado em 21 países. A análise dos dados foi feita através do programa informático SPSS v. 19. Resultados: Responderam parcialmente ao questionário 62 internos (40,3%) e 46 (29%) responderam ao questionário na totalidade, constituindo assim a amostra. O ratio feminino:masculino foi de 2:1 e a média de idade de 29 anos. A ideação suicida estava presente na forma passiva em 44% dos inquiridos e na forma activa em 33%; 4,3% referiu tentativas de suicídio prévias. Em relação à história familiar, registou-se 22% de tentativas de suicídio e 13% de suicídio consumado. Discussão: Os resultados obtidos são preocupantes e podem estar associados a factores específicos a que esta população está exposta. Conclusão: É necessária uma investigação mais aprofundada para se compreender melhor este fenómeno, respectivas causas e potenciais modificadores
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/2332
Aparece nas colecções:PEDOP - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Acta Med Port 2015_28_608.pdf444,52 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.