Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/2060
Título: Metastização Gástrica e Entérica de Carcinoma Lobular Invasivo da Mama
Outros títulos: Gastric and Enteric Metastization of Invasive Lobular Breast Carcinoma
Autor: Pinto, D
Morgado, C
Foreid, S
Vera-Cruz, S
Coimbra, J
Andrade, D
Palavras-chave: CHLC CIR
CHLC ANPAT
CHLC GAS
Metástase
Carcinoma Lobular
Carcinoma
Mama
Data: 2014
Editora: Sociedade Portuguesa de Cirurgia
Citação: Rev Port Cir 2014; 30: 39-43
Resumo: O carcinoma lobular invasivo (CLI) representa 5-15% dos casos de cancro invasivo da mama, diferindo do carcinoma ductal invasivo(CDI), o tumor invasivo mais frequente da mama, quer na forma de apresentação clínica, quer nos aspectos imagiológicos e histológicos, assim como no padrão de metastização. O objectivo deste artigo passa pelo relato clínico de um padrão atípico de metastização de cancro da mama. Mulher de 80 anos, que apresentava queixas de dor abdominal, com 6 meses de evolução, de carácter generalizado, com maior intensidade nos quadrantes direitos, associada a episódios de sub-oclusão. O exame objectivo revelou volumosa hérnia incisional paramediana direita sem sinais de sofrimento e uma lesão ulcerada da mama esquerda nunca antes revelada pela doente. Realizou uma mamografia que mostrou uma lesão T4 e a biópsia da mesma revelou Carcinoma Ductal Invasivo. Por apresentar anemia microcítica hipocrómica de 7 g/dL realizou também uma Endoscopia Digestiva Alta que demonstrou uma úlcera da pequena curvatura gástrica cuja biópsia revelou um carcinoma difuso. Optou-se pela intervenção cirúrgica com ideação paliativa. Foi efectuada mastectomia simples esquerda e correcção de hérnia incisional com enterectomia segmentar. Os resultados histológicos das peças operatórias foram surpreendentes: Carcinoma lobular invasivo da mama e metástase do mesmo no segmento de intestino ressecado. Foram revistas as lâminas referentes à biópsia gástrica previamente realizada, tendo sido feito estudo imunohistoquímico que mostrou positividade para os receptores hormonais o que favorecia tratar-se de metástase de carcinoma lobular da mama no estômago. Como conclusão temos a referir que o CLI apresenta um padrão distinto de metastização em relação ao CDI, com diferentes órgãos-alvo, realçando o papel fundamental da suspeição clínica e de uma histologia exigente para o seu diagnóstico.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/2060
Aparece nas colecções:CIR - Artigos
GAS - Artigos
ANPAT - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Rev POrt Cir 2014 39.pdf298,27 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.