Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/2027
Título: Diabetes Gestacional e o Impacto do Actual Rastreio
Outros títulos: Gestational Diabetes and the New Screening Test's Impact
Autor: Massa, AC
Rangel, R
Cardoso, M
Campos, A
Palavras-chave: MAC MED MAF
MAC DIE
HCC END
Diabetes Gestacional/diagnóstico
Testes Diagnósticos de Rotina
Rastreio
Gravidez
Estudos Retrospectivos
Data: 2015
Editora: Centro Editor e Livreiro da Ordem dos Médicos
Citação: Acta Med Port. 2015 Jan-Feb; 28 (1): 29-34
Resumo: Introdução: Em 2011, foi introduzido um novo rastreio para a diabetes gestacional que permitiu um diagnóstico mais precoce e de maior número de casos com o intuito de reduzir complicações maternas e perinatais. O objectivo deste estudo foi avaliar a prevalência da diabetes gestacional, comparar resultados obstétricos e perinatais do anterior e presente rastreio e os resultados e realização da prova de reclassificação pós-parto. Material e Métodos: Estudo retrospectivo em gestações simples e diabetes gestacional diagnosticados em 2009 (n = 223) e 2012 (n = 237), vigiadas na Maternidade Dr. Alfredo da Costa, Portugal. Após consulta de processos clínicos procedeu-se à análise de características demográficas, história médica e obstétrica, aumento ponderal durante a gravidez, idade gestacional do diagnóstico, terapêutica utilizada, resultados perinatais e reclassificação pós-parto, seguida de comparação destas variáveis entre os anos de 2009 e 2012. Resultados: Em 2012, houve maior prevalência de diabetes gestacional, ganho ponderal inferior (p < 0,001), maior recurso à terapêutica farmacológica (p < 0,001) e aumento dos casos diagnosticados no primeiro e segundo trimestres (p < 0,001). Relativamente aos resultados neonatais, o peso médio do recém-nascido ao nascer foi significativamente menor (p = 0,001) com diminuição dos recém-nascidos grandes para a idade gestacional (p = 0,002). A taxa de reclassificação pós-parto foi semelhante nos dois anos mas em 2012 houve um aumento dos resultados normais e diminuição das anomalias da glicémia em jejum. Discussão: Critérios mais apertados do actual rastreio permitiram a redução da maioria das complicações da diabetes gestacional levantando novas questões. Conclusão: A introdução do actual rastreio resultou num aumento de prevalência, diagnóstico mais precoce e redução da macrossomia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/2027
Aparece nas colecções:DIE - Artigos
MED MAF - Artigos
END - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AMP 2015.pdf466,21 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.