Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1868
Título: Insulino-Resistência e Aterosclerose
Outros títulos: Insulin Resistance and Atherosclerosis
Autor: Silva Nunes, J
Gardete Correia, L
Nunes Corrêa, J
Palavras-chave: HCC END
Aterosclerose
Colesterol HDL
Colesterol VLDL
Ácidos Gordos
Hiperinsulinismo
Hipertensão
Insulina
Resistência à Insulina
Obesidade
Factores de Risco
Data: 2000
Editora: Centro Editor e Livreiro da Ordem dos Médicos
Citação: Acta Med Port. 2000 Jul-Aug;13(4):203-10
Resumo: O tipo de vida nas sociedades ocidentais favorece, nos indivíduos geneticamente predispostos, o desenvolvimento do estado de insulino-resistência. Neste estado, são necessárias concentrações de insulina mais elevadas para que se obtenha uma normal resposta metabólica nos tecidos-alvo, ocasionando o desenvolvimento de hiperinsulinismo. Em consequência da multiplicidade de acções da insulina, a insulino-resistência está associada a disfunção de vários tecidos,orgãos e sistemas (Síndrome X), tendo por consequência, entre outras, um aumento do risco de patologia vascular aterosclerótica. Neste artigo, são revistas as alterações a nível do controlo da pressão arterial, endotélio vascular, metabolismo lipídico e sistema fibrinolítico, consequentes ao estado de insulino resistência e a forma como, junto com o hiperinsulinismo, aceleram o processo da aterogénese. São, igualmente, abordadas algumas das armas terapêuticas capazes de combater aquele estado e, assim, reduzir a morbilidade e mortalidade associadas à aterosclerose.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1868
Aparece nas colecções:END - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AMP 2000 203.pdf631,2 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.