Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1779
Título: Uveíte, Sífilis e SIDA
Autor: Sousa, C
Alves, P
Pinto Ferreira, A
Cocco Martins, C
Vital Morgado, A
Palavras-chave: HSJ MED
Uveíte
Sífilis
SIDA
Data: 2000
Editora: Sociedade Portuguesa de Medicina Interna
Citação: Med Interna 2000; 7 (4): 215-218
Resumo: Os autores apresentam o caso clínico de um homem de 55 anos com antecedentes de sífilis primária na juventude e quatro reinfecções posteriores, a última das quais há dois anos, adequadamente tratada e com remissão do quadro. Observado em consulta externa de Oftalmologia, por olho vermelho, foi-lhe diagnosticada pan-uveíte, com íris de características sifilíticas (roséola sifilítica). Na sua avaliação laboratorial salientaram-se: Venereal Disease Research Laboratory (VDRL) positivo, Fluorescent Treponemal Antibody Absorbed Test (FTA-ABS) positivo, Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH-1) positivo. Internado no Serviço de Medicina, foi submetido a punção lombar, tendo a análise do liquor revelado pleocitose, proteinorraquia aumentada, VDRL negativo, Treponema Pallidum Hemagglutination Assay (TPHA) positivo e FTA/ABS positivo, aspectos estes compatíveis com envolvimento sifilítico do SNC. O diagnóstico de neurosífilis assintomática nos doentes duplamente infectados é difícil e complexo, pois fundamenta-se em testes serológicos que não obedecem ao padrão habitual. A terapêutica é controversa, devido à recorrência dos quadros neurológicos após terapêuticas consideradas adequadas, sendo recomendada vigilância apertada destes doentes.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1779
Aparece nas colecções:MED - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RSPMI 2000 215.pdf1,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.