Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1662
Título: Incidentes de Segurança do Doente. Porquê Relatar?
Autor: Ramos, S
Trindade, L
Palavras-chave: HSM GRSD
Segurança do Doente
Medidas
Melhoria de Qualidade
Hospitais
Risco
Data: 2013
Editora: Publindústria
Citação: Tecno Hospital 2013 Nov-Dez; 60: 10-16
Resumo: Na última década, verificou-se uma preocupação crescente dos profissionais e instituições de saúde, pelas questões associadas à segurança dos doentes e vários estudos revelaram ao mundo que nos hospitais os incidentes associados aos cuidados de saúde são frequentes. O relatório “To Err is Human” reforçou a evidência de que ocorriam cerca de dez eventos adversos, em cada 100 episódios de internamento e que 50% destes, poderiam ter sido evitados. Em Portugal um estudo epidemiológico sobre eventos adversos em contexto hospitalar levado a cabo pela Escola Nacional de Saúde Pública, evidenciou em 2010 uma taxa de incidência de 11,1%. Torna-se evidente a necessidade de uma intervenção global nas questões da segurança do doente, pelo que, a organização Mundial de Saúde lançou vários desafios, sendo um deles a criação e implementação de Sistemas de Relatos de Incidentes nas organizações de saúde. A principal finalidade destes sistemas é a partilha e aprendizagem com os erros de forma a encontrar soluções para a sua prevenção. Este artigo tem como objetivo apresentar a experiência do Centro Hospitalar de Lisboa Central na implementação de um sistema de relato de incidentes de segurança do doente ao longo de treze anos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1662
Aparece nas colecções:GRSD - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Revista TecnoHospital-Artigo Gestão de Risco.pdf376,97 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.