Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1649
Título: Analgesia e Anestesia Obstétricas na Maternidade do Hospital D. Estefânia: Estudo Retrospectivo
Autor: Gaspar, S
Gonçalves, C
Gonçalves, AL
Palavras-chave: Anestesia Regional
Analgesia Epidural
Parto Abdominal
HDE ANS
Data: 2010
Editora: Clube de Anestesia Regional /ESRA Portugal
Citação: Rev Anest Reg Terapia Dor 2010 Set: 35-37
Resumo: Resumo: Por intermédio deste estudo, pretendeu-se verificar qual a realidade em termos de analgesia e anestesia obstétricas na Maternidade do Hospital D. Estefânia, ao longo de 4 anos. Para isso, foi realizado um estudo retrospectivo no período entre Janeiro de 2005 e Dezembro de 2008. Foram avaliados a classificação ASA das parturientes, o número total de partos, o número de parturientes submetidas a técnicas locorregionais e suas complicações, número de cesarianas e a necessidade de conversão de técnica regional para anestesia geral. No período do estudo, houve um total de 8291 partos, maioritariamente em mulheres ASA I, dos quais 2643 foram cesarianas. A maioria das parturientes (77%) foi submetida a uma técnica locorregional, para analgesia de trabalho de parto ou anestesia para cesariana, com baixa taxa de complicações (2,9%) e com rara necessidade de conversão para anestesia geral (3,5%). As autoras concluiram que, na Maternidade do Hospital D. Estefânia, a epidural continua a ser a técnica gold standard para analgesia do trabalho de parto, com raras complicações e permitindo a fácil conversão para anestesia para cesariana.
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1649
Aparece nas colecções:ANS - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CAR Club Anest Reg 2010_35.pdf1,76 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.