Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1638
Título: O Efeito de Pulfrich e a Esclerose Múltipla
Autor: Ferreira, J
Abegão Pinto, L
Amado, D
Cunha, JP
Palavras-chave: Esclerose Múltipla
Doenças do Nervo Óptico
CHLC OFT
Acuidade Visual
Data: 2011
Editora: Sociedade Portuguesa de Oftalmologia
Citação: Oftalmologia 2011 Abr-Jun; 35 (2): 175-178
Resumo: Introdução: O efeito de Pulfrich é um fenómeno psicofísico em que o movimento lateral/pendular de um objecto num plano bidimensional pode ser interpretado pelo córtex visual como um movimento tridimensional devido à diferença relativa do tempo de latência entre os dois olhos. Objectivo: Determinar se a neuropatia óptica desmielinizante unilateral ou assimétrica origina o fenómeno de Pulfrich. Métodos: Pesquisámos em 22 doentes com o diagnóstico de neuropatia óptica desmielinizante a percepção do fenómeno através de uma imagem pendular gerada por computador. Avaliámos as acuidades visuais corrigidas, realizámos Potenciais Evocados Visuais (PEV) para quantificação do tempo de latência da onda P100 e recorremos à interposição de um filtro polarizado de 70% para verificar a sua anulação. Resultados: Dez dos 22 doentes observaram o fenómeno e este foi abolido após interposição de um filtro polarizado. Conclusões: A neuropatia óptica pode originar o efeito de Pulfrich e explicar algumas queixas visuais aparentemente inespecíficas, sem alterações evidentes das acuidades visuais ou da estereopsia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1638
Aparece nas colecções:OFT - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RPO 2011 175.pdf243,52 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.