Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1623
Título: Rinossinusite Fúngica Alérgica - Perspectivas Actuais
Outros títulos: Allergic Fungal Rhinosinusitis - Current Perspective
Autor: Melo, P
Romeira, AM
Morais-Almeida, M
Rosado-Pinto, J
Palavras-chave: Fungos
Sinusite
Diagnóstico
Terapêutica
HDE ALER
HSJ ORL
Data: 2005
Editora: Sociedade Portuguesa de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Citação: Rev Port ORL. 2005; 43(4): 359-372
Resumo: A rinossinusite fúngica alérgica (RSFA) é uma forma de sinusite fúngica reconhecida desde há cerca de vinte anos. À medida que se tem acumulado evidência clínica sobre esta doença, surgiu a controvérsia quanto à sua etiologia, patogénese, história natural e terapêutica adequada. O mecanismo fisiopatológico responsável pela RSFA permanece desconhecido, embora se pense tratar-se de um processo imunológico, não infeccioso, desencadeado por fungos. A RSFA e o papel desempenhado pelos fungos na patogénese da rinossinusite crónica são assuntos que suscitam grande interesse e controvérsia em Rinologia. Muito está ainda por descobrir sobre rinossinusite crónica, sendo numerosos os factores predisponentes. Recentemente existe grande interesse nas investigações que apontam os fungos como importante factor etiológico. Os autores fazem uma revisão de dados e teorias recentes sobre a fisiopatologia da RSFA, bem como o papel da terapêutica médica e cirúrgica nesta doença.
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1623
Aparece nas colecções:ALER - Artigos
ORL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Rev Port ORL 2005_359.pdf12,36 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.