Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1434
Título: Malária Grave em Cuidados Intensivos
Outros títulos: Severe malaria in the Intensive Care Unit
Autor: Estrada, H
Miranda, I
Ferrão, MJ
Palavras-chave: Unidades de Cuidados Intensivos
Malária
Insuficiência Renal
Síndrome de Dificuldade Respiratória do Adulto
Estudos Retrospectivos
Data: 2002
Editora: Sociedade Portuguesa de Medicina Interna
Citação: Med Interna 2002 Dez; 9 (4)
Resumo: Objectivo: Rever o perfil clínico e terapêutico dos doentes com malária grave admitidos numa unidade de cuidados intensivos (UCI). Tipo de estudo: Retrospectivo. População: Nove doentes com malária a Plasmodium falciparum admitidos entre Agosto de 1991 e Julho de 2001 na UCI do Hospital de Santo António dos Capuchos (HSAC). Resultados: As complicações mais frequentes foram as manifestações neurológicas, a síndroma de dificuldade respiratória aguda (SDRA) e a insuficiência renal aguda. A ventilação mecânica foi utilizada em cinco doentes, a prótese renal em dois e as aminas vasopressoras em três doentes. Faleceram dois doentes (22.2%). Conclusões: A malária a Plasmodium falciparum é uma doença potencialmente fatal, pelo que os factores de risco e os critérios para admissão em UCI devem ser identificados. A presença de disfunção de órgão, nomeadamente de manifestações neurológicas, insuficiência renal e respiratória deverão ser consideradas como indicação para internamento em cuidados intensivos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1434
Aparece nas colecções:UCI - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RSPMI 2002.pdf34,2 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.