Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1419
Título: Grande Queimado em Cuidados Intensivos Pediátricos
Outros títulos: Severe Burn Patient in Pediatric Intensive Care
Autor: Vale, MC
Estrada, J
Vasconcelos, C
Palavras-chave: Queimaduras
Cuidados Intensivos Pediátricos
Criança
Equilibrio Hidroelectrolítico
HDE UCI PED
Data: 2000
Editora: Sociedade Portuguesa de Pediatris
Citação: Acta Pediatr Port. 2000; 31(6):427-430
Resumo: O grande queimado é um doente de grande labilidade hidroelectrolítica, que justifica internamento numa unidade de cuidados intensivos até à sua estabilização. Efectuou-se um estudo retrospectivo dos doentes queimados internados na UCIP do HDE, num período de oito anos e meio compreendido entre Abril de 1991 e Setembro de 1999. Foram internadas 33 crianças, 8 das quais tiveram mais do que um internamento. Os agentes causais foram o fogo em 12 crianças, a corrente eléctrica também em 12 crianças e os líquidos quentes em 9. Os doentes queimados por fogo apresentaram área mais extensa de queimadura (46.9 ± 22.6%), e consequentemente maior duração de internamento (462.1 ± 884.1 horas), maior grau de instabilidade fisiológica (pRISM 11.3 ± 4.9) e maior intervenção terapêutica (TISS 31.2 ± 9.0). Nao se observaram reinternamentos no grupo das queimaduras electricas, que globalmente apresentaram menor gravidade nas variáveis estudadas. Dos 8 reinternamentos, 6 ocorreram no grupo dos queimados pelo fogo. Observaram-se 6 óbitos, cinco dos quais no grupo dos reinternamentos. Todos os óbitos foram causados por sépsis e choque séptico.
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1419
Aparece nas colecções:UCI PED - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Acta Pediatr Port 2000_31_427.pdf3,26 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.