Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.17/1234
Título: Função Sexual após Braquiterapia Prostática de Baixa Taxa de Dose
Autor: Farinha, R
Oliveira e Silva, T
Pinheiro, LC
Palavras-chave: Braquiterapia
Disfunção Eréctil
HSJ URO
Data: 2008
Editora: Associação Portuguesa de Urologia
Citação: Acta Urol 2008; 25 (3): 29-35
Resumo: A braquiterapia prostática de baixa taxa de dose é considerada uma opção terapêutica adequada para o carcinoma da próstata. É habitualmente, apresentada como a melhor forma de preservar a função eréctil de entre os diversos tratamentos de carcinoma da próstata. Contudo, estudos recentes demonstram que, também a braquiterapia prostática pode, no longo prazo, provocar algum grau de disfunção eréctil (DE). As taxas de DE nas diversas séries publicadas, são muito variáveis. Os resultados da influência da dose de radiação, isoladamente (D90) ou quando incidindo sobre o feixe neurovascular ou o bulbo são contraditórios. O tipo de isótopo utilizado não tem qualquer influência sobre a DE. No entanto factores como a idade, a função eréctil pré-tratamento, a diabetes, a utilização de radioterapia externa adjuvante e/ou hormonoterapia neoadjuvante podem condicionar os resultados obtidos. Otratamento da disfunção eréctil deve ser efectuado com inibidores da fosfodiesterase, obtendo-se boas taxas de resposta. Podem surgir outras alterações da função sexual, nomeadamente, hematospermia, dor durante o orgasmo e alteração da intensidade do orgasmo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.17/1234
Aparece nas colecções:URO - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Acta Urol 2008 29.pdf100,14 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.